Newsletter‎ > ‎

Justiça aceita denúncia contra dois homens que estupraram adolescente na orla do Guaíba.

postado em 20 de nov de 2014 13:03 por webmaster

Dois homens que foram presos em flagrante acusados de envolvimento no estupro de uma adolescente na orla do Guaíba serão julgados pela 1ª Vara do Júri de Porto Alegre, em razão da tentativa de homicídio contra os policiais, durante a fuga. A decisão da manhã de hoje (19/11), é do Juiz de Direito Maurício Ramires. O magistrado também manteve a prisão preventiva dos réus.

Rodnei Alquimedes Ferreira da Silva, vulgo Nei, e Marlon Patrick Silva de Melo foram indiciados pela prática de estupro de vulnerável, sendo que o primeiro réu também responderá por quatro tentativas de homicídio, pois teria atirado contra os policiais militares que surpreenderam os homens na prática do delito.

O magistrado entendeu estarem presentes os indícios de autoria com base nas declarações das testemunhas, no laudo pericial e nos registros de atendimento médico-hospitalar da vítima.  Também manteve a prisão preventiva dos acusados, bem como determinou o segredo de justiça do processo no que diz respeito à proteção da identidade e intimidade da vítima do crime sexual. Devem ser mantidos em segredo os dados relativos à identificação da vítima, os detalhes sobre os atos sexuais praticados, as imagens relacionadas a esses crimes e os laudos periciais juntados aos auto, frisou o juiz.

Caso

No dia 12/10, uma adolescente teria sido atacada e estuprada por dois homens ao sair de uma festa nas proximidades da Usina do Gasômetro. A jovem foi salva com a ajuda de moradores de rua que chamaram a polícia.


EXPEDIENTE
Texto: Sérgio Trentini 
Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend
imprensa@tj.rs.gov.br
 


Publicação em 19/11/2014 14:00
Esta notícia foi acessada 1075 vezes.

Comments